quinta-feira, 10 de junho de 2010

A idade dos porquês


(foto: Clarisse)


Este poema nasceu de um desafio lançado pela amiga MariaCarla para o seu blogue Ser Criança, vale a pena visitarem! Agradeço uma vez mais o convite, e reitero os votos de parabéns pela iniciativa.


A idade dos porquês

Na hora mais inusitada
Vejo-me questionada
Sorrindo quase choro
Resignada imploro:
Ai, meu Deus….

Porque é azul o céu?
Porque o sol é quente?
Como o bebé nasceu?
O que é adolescente?
Porque a relva é verde?
Para que serve a chuva?
Porque há gelo no inverno?
O que é o inferno?
Porque está calor no verão?
Porque bate o coração?

Para que serve a língua?...


Espanto descomunal…!
Abandono o racional
Desato à gargalhada
Sinto-me inchada…!

Um fascínio de idade
Pureza de ingenuidade.
Ser mãe é maravilhoso
Sonho dos sonhos, delicioso.

É engraçado
E desconcertante
O teu rosto espantado
Na descoberta do mundo.

Clarisse Silva


© Direitos de autor reservados.

2 comentários:

Fê-blue bird disse...

"Ser mãe é maravilhoso
Sonho dos sonhos, delicioso."

Que mais posso acrescentar;-) Lindo!
Beijinhos

Clarisse disse...

Olá Fê, :-)

Sim, ser mãe... é Maravilhoso!!
Beijinhos,
Clarisse