terça-feira, 21 de junho de 2011

Apatia

Foto: Clarisse Silva

Apatia


Abstraccionismo
E inércia
Uma apatia
Noite e dia…

Uma vontade
Desmedida
Torna-se realidade
Perdida…

Um sentimento
A despontar
Num pensamento
A ocultar…

A palavra
Apresentada
Sai apressada
Na madrugada.

A retina
Que se fecha
Abre a brecha
Da cortina…

Clarisse Silva
28 de Outubro de 2010
© Direitos de autor reservados.

7 comentários:

Mgomes - Santa Cruz disse...

Clarisse; Gostei, a palavras servem para isto mesmo escrever umas lindas coisas.
Beijos
Santa Cruz

Arnoldo Pimentel disse...

Alguns momentos são assim.Lindo poema, beijos.

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Quantas vezes me sinto exactamente assim. LINDO!!

Beijinhos

Clarisse Silva disse...

Olá Santa Cruz,

Há dias de tudo na vida...
Agradeço-lhe.
Saudações,
Clarisse Silva

Clarisse Silva disse...

Olá Arnoldo Pimentel,

Como disse, experimentamos de tudo um pouco na vida. A evolução é feita disso mesmo. É bom que estejamos sempre abertos a fazer essa evolução…
Saudações,
Clarisse Silva

Clarisse Silva disse...

Olá Fê,

Pois... mas é um estado de espírito nada agradável...

Obrigada, companheira da blogosfera.

Beijinhos,
Clarisse Silva

Vóny Ferreira e outros poetas neste blog : http://vonyfereeira.blogspot.com/ disse...

Olá Clarisse
Senti vontade de te visitar, sentir a magia das tuas palavras e o abraço
prometido que ficou por dar.
Belo este teu cantinho.
Tudo de bom!
Vóny Ferreira