terça-feira, 6 de julho de 2010

Poema da Semana: "Eternamente"



Enlouqueço em palavras e seiva quente
Mergulho nas tuas lágrimas absolutas
Em abraços quentes de mel

Sinto o silêncio das palavras gritadas
Como águia planando
Em marés de ventos

Parto em busca do que não sou
Para o outro lado do sonho hibrido
Nas plataformas em chamas de mar
Em que avanço ao teu encontro

Sinto o teu beijo suspenso
Na intemporalidade do desejo
Ardo em volúpia secreta
Quero-te em mim

Danças em mim sinfonias de prazer
Toco-te em arcos triunfantes
Valsas de espasmos no meu corpo vibrante

Este meu Universo de loucura
Santuário de desejo e paixão
Onde naufrágo e me deleito
Em gritos de silêncio

Continuidade entre o céu e nós
Eternamente.

By Beijo Azul

AUTORA: HAEREMAI (Fátima Santos)
BLOGUE DA AUTORA: http://beijo-azul.blogspot.com/


© Direitos de autor reservados.

7 comentários:

Fê-blue bird disse...

Que poema intenso e cheio de paixão!
"Beijo Azul", vou espreitar ;-) Despertou a minha curiosidade poética.

Beijinhos Clarisse.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Clarisse, belo poema espectacular....
Cumprimentos

Santa Cruz disse...

Clarisse; Parabens para ti e ao beijo azul lindo poema o poeta é eterno e a poesia também.
Um beijo
Santa Cruz

Clarisse disse...

Olá Fê,
Vale a pena espreitar e apreciar bastante, é uma poeta muito talentosa!
Beijinhos,
Clarisse

Clarisse disse...

Olá Fernando,
Grata por mais uma visita.
Beijinhos,
Clarisse

Clarisse disse...

Olá Santa Cruz,
Também concordo consigo, o poeta e o poema são eternos.
Beijinhos e obrigada pela visita!
Clarisse

Fê-blue bird disse...

Minha querida:
Quando puder passe no meu blogue tenho um miminho também para si.
Bom fim de semana

Beijinhos