sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Excerto de emoção...

Capa do Livro "Nosso Lar"

"Pai querido, enquanto a noite
Traz a benção do repouso,
Recebe, pai carinhoso,
Nosso afeto e devoção!...
Enquanto as estrelas cantam
Na luz que as empalidece,
Vem unir à nossa prece
A voz do teu coração.

Não te perturbes na estrada
De sombras do esquecimento,
Não te doa o sofrimento,
Jamais te firas no mal.
Não temas a dor terrestre,
Recorda a nossa aliança,
Conserva a flor da esperança
Para a ventura imortal.

Enquanto dormes no mundo,
Nossas almas acordadas
Relembram as alvoradas
Desta vida superior;
Aguarda o porvir risonho,
Espera por nós que, um dia,
Volveremos à alegria
Do jardim do teu amor.

Vem a nós, pai generoso,
Volta à paz do nosso ninho,
Torna às luzes do caminho,
Inda que seja a sonhar;
Esquece, um minuto, a Terra
E vem sorver da água pura
De consolo e de ternura
Das fontes de "Nosso Lar".

Nossa casa não te olvida
O sacrifício, a bondade,
A sublime claridade
De tuas lições no bem;
Atravessa a sombra espessa,
Vence, pai, a carne estranha,
Sobe ao cume da montanha,
Vem conosco orar também."


Psicografado por Francisco Cândido Xavier
Pelo Espirito André Luiz.

2 comentários:

Fê-blue bird disse...

Minha amiga:
Sou uma desconhecedora infelizmente da obra de Francisco Xavier.
~Esta prece arrepiou-me, emocionou-me porque veio no momento certo.
Será coincidência?

Obrigada!

beijinhos

Clarisse Silva disse...

Olá amiga Fê,

Não creio ser coincidência. Tudo aparece no momento exato que tem de aparecer... Fico feliz que esta prece tenha tido esse efeito em si, aproveite!

Beijinhos, e eu é que agradeço.
Clarisse