terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Poema da Semana "Vozes"

Foto: Clarisse Silva


Vozes


Ouço vozes aqui dentro
Que fazem doer de saudade
Saudade do que não vivi
Mas, as vozes estão aqui
Elas reclamam lembranças
E de lembrar tenho vontade


Ouço vozes aqui dentro
São fantasmas que maltratam
E eu busco lugares perdidos
Um aperto que não faz sentido
Ouvindo, lá dentro do peito
Sentindo o que as vozes relatam


Ouço vozes aqui dentro
E eu chamo pela memória
Ouvir demais me faz querer
Não ouvir me faz sofrer
Elas sabem o que não sei
Estas vozes, minha história


Ouço vozes aqui dentro
E tenho que procurar
A resposta está na alma
Está num sopro que me acalma
E nesta estrada paralela
Outra vida eu vi passar

Ouço vozes aqui dentro
Num sentimento doído
Saudades de quem não vi
E que permanece bem aqui
E cochicha em meu ouvido
Em tom que me é conhecido


_ Sou presente no teu sangue
Sou passado em tua história
Já fui pai e avô querido
E neste elo não perdido
Vai-se a vida e fica glória
De morrer e em ti deixar
O meu sangue em ti pulsar
Nosso sangue tem memória

Por que sinto saudades de lugares que não passei e o gosto daquelas brisas ainda sinto em minha boca?


Autora: CarmenLuMiranda

Perfil: Clique aqui
Postagem no WAF: Clique aqui


© Direitos de autor reservados.

4 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

As vozes habitam nossos corações, assim podemos mergulhar e nos encontrar.Belo e reflexivo poema,beijos.

Fê-blue bird disse...

Amiga Clarisse:
Brindou-nos com um poema que é uma história de vida. Uma procura, mas também um encontro.Um saber que a idade ensina.
Sempre escolhas perfeitas.

beijinhos

Carmen Lu Miranda disse...

Peço permissão para agradecer os comentários do Aroldo Pimentel e Fê-blue bird. Que bom que gostaram. Agradeço a você, amiga do leste do meu oceano, que me agraciou com este presente.
Distantes, porém, próximas.

Beijo.

Mgomes - Santa Cruz disse...

Clarisse: lindissimo poema parabéns a Carmem e ati pelo linda escolha que fizeste.
Beijos
Santa Cruz