terça-feira, 6 de março de 2012

(Im)paciência


Tela de Paula Rego

Detesto a liberdade que a impaciência tem em mim.
Detesto a baixeza de detestar com a impaciência a germinar das profundezas.
Tipo de vida qualquer que me faz encolher à medida que cresce.


2 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Um texto forte e muito sentido.Beijos

Fê-blue bird disse...

Amiga, como a compreendo!
Padeço de igual mal.


beijinhos